quarta-feira, 25 de junho de 2014

A Pequena Garota Sorriso - Parte I

Num dia super ensolarado, Jesamine curtindo sua cama, ouve o despertador tocando o refrão de ''She will be loved'', lembrando que é hora de acordar! Ela se levanta em silêncio, encara o relógio com o cabelo bagunçadinho, põe seus pés no chão; Vai até a cozinha, abre a geladeira e percebe que não há nada para comer. Ela anda desesperada em busca de algo para comer e se depara com uma ameixa! Ela come, arruma a cama, vai até o espelho, se assusta com sua imagem,  escova os dentes, toma um banho e coloca seu uniforme. Então, com sua blusa super larga, calça de palhaço, passa chave na porta, e vai rumo à escola. Quando ela chega, vai direto para sua sala, pois é sempre alvo de comentários e risos. Correndo, ela dirige-se à última carteira para sentar no fundão. Mas a Gangue S chega, e a obriga a sair de lá e todos riem dela. Só sobra um lugar... Onde ninguém quer sentar... Ninguém nem se quer disputava: Era o na frente dos professores.

Jesamine: (com Keilla) Eu não acho este lugar tão monstro. O problema é que terei que responder tudo e em seguida, ser zoada por não saber, ou saber as respostas.
Keilla: Jesamine, respira fundo e vai, colega! Não tem jeito!

 -Para ficar mais emocionante, chegam as NEAT'S (estilosas). Grupo de baixinhas populares, rycas que arrancavam suspiros da maioria das pessoas da classe.

Eleline: (chama as meninas com uma bolinha de papel) Eu sinceramente não sei como alguém pode achar esse estilo cafona, bonito! O assunto de hoje é bolsas!
Jesamine: Sempre tem uma coisa idiota, me dá até vomito!

- Assim, o sinal toca, e a aula da quinta-feira dá por encerrada.

Keilla: O que te lembra quinta feira, Jesamine?
Jesamine: Não precisa me lembrar que eu tenho velhos para aturar!
Keilla: (Risadas!) Boa sorte! Nos vemos amanhã!!

Jesamine vai andando sozinha pensando alto: o trabalho com velhos é tão cansativo! Após isso, chegarei em casa, e comerei muito! Ah, mas não tenho comida! Então é só mesmo mudar de roupa...
Quando ela chega na Casa Velha, Isabel, uma das velhinhas mais loucas vai de encontro a Jesamine, encostando-se em seus braços.

Jesamine: O que foi amiga?
Isabel: (olha para Jesamine com cara de brava, e a menina encosta-a de novo, rodopiando os olhos para todos os lados, extremamente espantada!)

- Após uma sessão de choro de Isabel, Jesamine pergunta o motivo daquele chororô...

 Continuamos depois! Espero que curtam!

Nenhum comentário:

Postar um comentário