terça-feira, 1 de julho de 2014

A Pequena Garota Sorriso - Parte III

Outro dia, Jesamine fala com Mila na escola.

Jesamine: Afê! Plena sexta-feira e essa gente não se cansa!
Mila: Eu não sei porque. Mas meu estômago fica sempre ruim ao ver a Estrelinha... Tá sabendo? Ela está sendo desprezada por seu amor, Paulo. Entendeu? d-e-s-p-r-e-z-a-d-a!
- Nisso, a Ester (Estrelinha) vem e pega o caderno de Química de Jesamine para copiar o dever. E quando o professor chega, pergunta aos alunos quem fez o dever.
Ester:(Levanta a mão e joga as pernas para o lado) Eu! Ah, professor Inácio, sinto lhe dizer que a Jesamine veio pegar meu caderno para copiar as respostas.
-Jesamine fica impressionada!
Profº Inácio: Jesamine, você sabe que é contra as regras da escola copiar respostas dos exercícios.
Direto para a sala da Diretora Carlene.
-A Diretora olha para Jesamine, e Jesamine olha para ela, dando um sorrisinho mas a Diretora não se agrada. Então, ela pega vários livros e entrega para Jesamine limpá-los.
Sendo que Jesamine começaria o trabalho no Jornal às 13h30. E já era 13h40 e a Diretora não a liberava.
Jesamine: Eu já paguei tempo de sobra para uma coisa que não fiz, excelentíssima!
-E ás 13h45
D.Carlene: Olha só, Jesamine, vou ser boa e te liberar. E que isso não se repita.
-A menina sai sem dar tchau, correndo como um cavalo para chegar ao Jornal sem que ninguém percebesse seu atraso. Para completar, ela perde o ônibus. E um menino grita:
Corre que você chega lá!
Jesamine: Eu vou chegar, garoto. (irritando-se)
-Ao chegar no Jornal, Jesamine vê que estão todos trabalhando. Dirige-se ao seu lugar e ninguém comenta nada. Em sua mesa, estava todo o seu trabalho: corrigir, digitar e imprimir.
Jesamine: Ufa! Rendeu! (e vê um anúncio) Festa Anual da Escola³. Ué... Eu frequento a escola e não estou sabendo de nada. Eu já devia imaginar... Organizado pela Ester. É tão nojenta que assina ''Estrelinha***''.
-Ela termina o serviço altas horas da noite, e questiona-se que este dia foi o seu recorde de enrolamento! Seus 90 reais estavam em sua mesa e ela junta com o troco do dia anterior totalizando 120 reais.
Jesamine: (com os olhos brilhando) Hm, R$120! O suficiente para... guardar!

No outro dia...
Jesamine: Ah, hoje eu não tenho aula, mas tenho que dar aula.
-Ela pega uma condução, e nela está o engraçadinho que disse para ela correr. Seu nome era Luís Otávio. Ele alegava que conhecia Jesamine. A menina sorri!
Luís Otávio: Para onde vais?
Jesamine: Vou dar umas aulinhas de reforço de História. Sou substituta de uma amiga.
Luís Otávio: Coincidência. Hoje é minha primeira aula lá, e você vai ser minha fessorinha... Favorita!
Jesamine: Ahhh, para! Nem nos conhecemos... e você esta agindo como se fosse meu amigo.

- Ao chegar, ela ensina com muita vergonha. Começa às 9h e termina às 11h. E desse jeito, sempre acaba seu animado sábado! Jesamine não tira da cabeça Luís Otávio e seus mistérios.
Luís Otávio:(pega na mão de Jesamine e ela solta delicadamente) Então, vamos almoçar?
Jesamine: Acho melhor não!
Luís Otávio:(com olhos radiantes) Tem programa melhor?
Jesamine: Casa, casa e casa. Se você considera isso um bom programa! (risos)
Luís Otávio: Então venha comigo, e fique com um tempo preenchido!
Jesamine: Então, ok! Mas irei em casa primeiro.
Luís Otávio: Se você for, eu sei que não vai mais voltar!
Jesamine: Onde está sua Bola de Crista? (e foram caminhando rumo ao almoço)
Luís Otávio: Oi? Bola? Ah tá! Agora caiu minha ficha! (risos)
-Ele não parava de olhar Jesamine, dentro de seus olhos. Motivo suficiente para ela ficar acanhada.
Luís termina de comer o macarrão à bolonhesa e diz...
Então, fessora; conte-me mais sobre você. Ainda não nos conhecemos perfeitamente.
-Jesamine limpa os lábios e responde:
Vamos pensar... Me chamo Jesamine Maximiliano, Tenho 17 anos, sou brasileira, estudante da Escola³... Vim morar aqui nesta cidade a menos de um ano... Tenho dois, dois não, três trabalhos e nenhum deles condizem com o que eu quero ser! E blablabla...
-Luís Otávio dá um sorrisão e cada um paga o seu macarrão com refri. Os dois saem, e Jesamine ouve o sussurro de Luís dizendo: tomara que isso se repita mais vezes.
Luís Otávio: Vou te levar em...
Jesamine: Não pronuncie a palavra casa. Nós iremos para lugares diferentes!
Luís Otávio:(ri, e dá um beijinho em seu rosto) A gente se vê, florzinha.
-Jesamine retribui com um sorriso.
Então, cada um pro seu lado, sem saber o que iria acontecer, Jesamine vira a esquina.
Um homem estranho diz: Nossa! Que bolsa e menina linda...

Nenhum comentário:

Postar um comentário