quarta-feira, 17 de setembro de 2014

A Pequena Garota Sorriso - Penúltimo Capítulo

-O dia na Old House estava bem mais calmo... Jesamine contara as suas ''amigas idosas'' as mudanças que haviam ocorrido.
Elas, claro, apoiaram-na.

Isabel: Você nunca deveria ter saido do conforto que é a casa de seus pais! Dê valor, Jesamine, pois um dia, voce estará aqui... Neste mesmo lugar. Abandonada, sem ninguem para conversar.
Jesamine: Que isso, Dona Isabel! Você sabe que a amo muito!
Isabel: Então prove que me ama, cantando minha canção no baile!
Jesamine: Dona Isabel, o que a senhora faria se gostasse de um menino, mas fosse durona, não conseguindo admitir?
Isabel: hahahahahaha! Menina, menina! Vou te contar um fato. Quando eu tinha uns 13 anos, eu trabalhava cozinhando para incontáveis homens fazendeiros. E foi pelo filho de um fazendeiro que me apaixonei perdidamente. Me apaixonei, quebrei as vidraças do preconceito, pois ele era filho de fazendeiro e eu, uma mera cozinheirazinha e me declarei. Ele não gostava de mim. Mas de tanto eu perturba-lo  ele acabou gostando de mim. Assim, casamos bem jovens. Fernando foi o homem de minha vida. Ele que me deu as maiores alegrias da vida! Cumprimos a nossa promessa: fomos felizes até que a morte nos separou...
Jesamine: Então, a senhora não mediria esforços, certo, para ir atrás desse amor? E mesmo se ele fosse popular?
Isabel: Minha filha, os filhos de fazendeiros na época, eram considerados a elite! Fernando era o mais mais do grupo. E você pensa que ele não me traiu?
Jesamine: Acho que naquela época não havia traição.
Isabel: Engano seu... Ele me traiu durante os primeiros anos de casamento. Mas eu não deixei barato. Fazia tudo o que ele não gostava! Inclusive, negociei com um amigo para fingir ser meu amante!

Jesamine: Não sabia disso!
Isabel: É, minha filha! Rapadura é doce, mas nao é mole não! Vá atrás do que deseja, filha.
Jesamine: É uma boa ideia... Mas tenho medo do que vão pensar. A menina pacata, feia, arrumando um namorado.
Isabel: Não se importe com os outros.
Jesamine, eu não vou mais pedir para que você cante no baile... Você é tão cheia de esquisitisses!
Jesamine: Ah, sério! Eu já estava me empolgando! O baile é amanhã. A senhora pode ir dar uma espiadinha se quiser!
Isabel: Não, não!
Jesamine: Isabel, ou melhor... Dona Isabel, amanhã também é o lançamento da Revista Feita à Mão. Agora sou escritora, sabia?!
Isabel: Nossa, que legal! Imagino as caretices que você escreveu!
Jesamine: Nada a ver! Gostaria de uma opinião para meu modelito!
Isabel: Ah, coloque uma sainha curta.
Jesamine: Ah, dona Isabel... Isto está fora de moda! Estou indo!

-Jesamine saiu da Old House e foi para casa... Meio balançada com Luís Otávio e contendo a timidez para o dia seguinte. Ela pegava seu celular, para ligar pra Luís, mas logo colocava-o de volta na bolsa.
Jesamine: Sinto muitas saudades da minha vidinha... sozinha. Morar em família há muitas cobranças! Não sou adepta a isto!
-Ela entra na rede pelo dispositivo móvel, e depara-se com Luís online....
Mas prefere deixa-lo de lado e ir falar com suas amigas.

Jesamine: Oi, meninas!
Lunna: Oi, Jesa!
Isabella: Meninas, estou com preguiça de digitar. Partiu chamada de vídeo?
Jesamine: Demorou!

-As meninas ficaram durante um bom tempo conversando... Durante a chamada, Jesamine não se conteve. Clicou na foto de Luís e perguntou se ele ia ao baile!

Jesamine: Desculpa pelo que aconteceu. Eu não queria te magoar
Luís Otávio: Tá beleza. Na vida é assim. Nem tudo que queremos, podemos. Já tô na linha de novo.
Jesamine: Quer dizer que o que você disse, não existe mais nada?
Luís Otávio: Conhece essa música? "Na vida tudo passa/ não importa o que tu faça/o que te fazia rir, hoje já não tem mais graça"
Jesamine: Conheço.
~e ficaram sem trocar palavras~
Jesamine: Você vai ao baile amanha?
Luís Otávio: Eu vou! Já estou com minhas pulseirinhas aqui. Tinha comprado uma para você, mas como a chama de apagou...
Jesamine: Sei! Então, saindo aqui.
Luís Otávio: Você só queria saber isso?
Jesamine: Sim... é porque tinha... Ah, nada!
Luís Otávio: Falou então!

Jesamine para as amigas: Meninas, ele não me quer mais!
Lunna: Ué, esse amor já passou?
Isabella: Você disse o que sentia, Jesamine?
Jesamine: Claro que não!
Lunna: E como diz isso?!
Jesamine: Perai que vou falar.

-Jesamine estava prestes a se declarar para Luís Otávio, quando viu que ele comentara ''linda'' na foto de uma menina.

Jesamine para as amigas: Desisti! Estou a todo vapor para amanha!

-Jesamine encerrou a chamada quando chegou em casa. Ficou entretida na televisão... Sua madrasta chamou para jantar, ela pegou seu prato e correu pro seu quartinho.
Mirian: Esses jovens de hoje. Não esqueça que amanha você ficará com suas irmãzinhas!
Jesamine: Não enche! {Mas essas palavras não saíram para fora da boca, apenas ficaram no pensamento!}

~Outro dia!~
AMANHECEU! O tão inesperado sábado... O dia do baile e do lançamento da revista.
==Se liguem, leitores. Semana que vem é o último capítulo!!!! Não percam!==

 

Nenhum comentário:

Postar um comentário